O Patinho Surdo


Em uma lagoa tranqüila, num dia ensolarado, no Rio Grande do Sul, chegou uma revoada de aves. 
De um lado ficaram os cisnes e de outro ficaram os patos surdos.
Estavam todos na lagoa até que uma pata e um pato surdos se encontraram e começaram a sinalizar.
Conversaram, conversaram até que começaram a namorar.
Os dois começaram a preparar um ninho, pois a pata iria colocar ovos.
Ela pôs um ovo, depois outro, depois outro. Um dia, em que ela precisava relaxar um pouco, saiu a nadar.
E, passeando tranqüila pelo lugar onde ficavam os cisnes, começou a sentir uma dor. Ai, faltava colocar um ovo! E não daria para voltar para o ninho, teria que ser ali mesmo.
Viu um ninho dos cisnes e colocou o ovo ali mesmo. Foi embora triste, pois ali não era o seu ninho. Voltou...
A mamãe cisne retornou e sentou no seu ninho. Dali alguns dias, ela sentiu algo se mexendo lá embaixo. Saltou logo para ver. Eram os ovos que começaram a quebrar.
Os filhotes iam saindo e grasnando. A mamãe chamou logo o papai para ver os filhotes que iam nascendo e de repente... sai um filhote sinalizando!
O papai e a mamãe se olharam achando aquilo estranho, todos grasnavam e um sinalizava.
Sem saber como aquilo acontecera, papai cisne saiu irritado. Mamãe não soube como reagir e como tratar o filhote diferente.
Todos os cisnezinhos conversavam e o patinho ficava ali calado. Mamãe cisne levou todos para passear e eles cantavam, todos alegres. O patinho surdo começou a perceber que ali não era seu lugar.
- Todos conversavam e cantam e eu sinalizo.
Deixou o grupo e saiu nadando.
Foi nadando angustiado, nadando, nadando. Passou por entre os juncos do lago e viu algo ao longe. Aproximou-se mais e viu outro grupo de cisnes sinalizando, nadou, nadou...
Encontrou cisnes de outra família, negros e pescoço longo. Ele se aproximou. Os cisnes respondiam com sinais ao mesmo tempo em que oralizavam. Não, ali também não era o seu lugar.
Saiu nadando triste e solitário. Até que um grupo de irmãos sinalizava por ali e avistou o patinho, sozinho. O grupo de patinhos resolveu ir até lá. Se aproximaram e chamaram o patinho.
O patinho ficou aliviado pois os outros patos também sinalizavam. Nisso, a mamãe pato o avistou e saiu correndo para abraçá-lo. Era seu filho que havia nascido em outro ninho!
Os cisnes já estavam desesperados procurando o patinho perdido. Quando de repente os cisnes e os patos se encontram! Não conseguiam se comunicar, pois os cisnes falavam e os patos sinalizavam.
Tiveram a idéia de chamar o sapo, pois este era intérprete e poderia mediar a situação. O cisne perguntou pelo filho que estava perdido, então a mamãe pato explicou o que acontecera.
Falou que um dia estava passeando quando precisou colocar um ovo, e o fez no ninho dos cisnes.
Ah, então tudo ficou esclarecido. Com a ajuda do sapo intérprete eles foram se comunicando e tudo ficou claro.
Todos ficaram tranqüilos. E unidos. Felizes e unidos!

Vejam a história em video sinalizada!!
video
Baixe a história aqui:

0 comentários: